terça-feira, 27 de julho de 2010

O Deus das Pequenas Coisas

Um dos melhores presentes que ganhei recentemente.
Literatura indiana de primeira. A autora, Arundhati Roy, é estreante, formada em arquitetura. Trabalhou em cinema, como designer de produção e em dois roteiros. Vive em Nova Delhi e este é o seu primeiro livro. Como assim???

Sua prosa é pu-ra-po-e-si-a.

Um casal de gêmeos. Bivitelinos. Estha (ele) e Rahel (ela). Duas crianças com uma capacidade de amar absurda. De sensibilidade extrema.

Só pra dar um gostinho:

"Nunca se pareceram muito um com o ouro, Estha e Rahel, [...]. A confusão ficava num lugar mais profundo, mais secreto. Naqueles primeiros anos amorfos, em que a memória tinha apenas começado, em que a vida era cheia de Começos e sem Fins e Tudo era Para Sempre, Esthappen e Rahel pensavam em si mesmos juntos como Eu, e separadamente, individualmente, como Nós."

"Já então Esthappen e Rahel tinham aprendido que o mundo tem outras formas de quebrar homens. Já conheciam o cheiro. Docenjoativo. Como rosas vermelhas numa brisa."

1969. "Era aquela época na vida de uma família em que acontece alguma coisa que desloca sua moralidade oculta do lugar e a faz borbulhar na superfície e flutuar por um momento. À mostra. Para todo mundo ver."

(nãoconsigoparar)

"Que tudo começou quando as Leis do Amor foram promulgadas. As leis que determinam quem deve ser amado, e como. E quanto."

Sua mãe, Ammu, tão amada por eles, é uma mulher maravilhosa e cheia de problemas pessoais e familiares. Sophie Mol, a criança estrangeira, que eles olhavam com ciúme e medo. A amada e adorada Desde o Princípio.

Uma história comovente e angustiante. Bela e triste. Muito profunda. A decadência emocional de uma família indiana. Como tantas outras, em todo o mundo.

Mais à pena, impossível. Agora só em formato de bolso.

Coleção: COMPANHIA DE BOLSO
Autor: ROY, ARUNDHATI
Tradutor: SIQUEIRA, JOSE RUBENS
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - ROMANCES
ISBN: 9788535913477
Preço: 25,00
Postar um comentário