sábado, 10 de dezembro de 2011

Homenagem a Clarice


Em alguns estados do nosso Brasil.

Saiu no Publishnews e a iniciativa é da Editora Rocco. Parabéns!

Homenagem a Clarice

PublishNews - 09/12/2011 - Redação
Hora de Clarice terá eventos em sete capitais neste sábado
Uma série de palestras, debates, leituras e até um sarau virtual serão realizados neste sábado, 10 de dezembro, durante a primeira edição do projeto Hora de Clarice, iniciativa da editora Rocco. A homenagem à escritora, que nasceu em 1920 e faleceu em 1977, será prestada no dia do seu aniversário e marca o início de um evento anual que vai transformar a data num dia totalmente dedicado à autora. A iniciativa tem adesão da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, do Instituto Moreira Salles, do Midrash Centro Cultural e de diversas livrarias.
Confira a programação:
(Eventos no dia 10 e outras datas, quando indicadas)
Rio de Janeiro
O Rio de Clarice
11h: Passeio pelo Leme guiado por Teresa Montero, organizadora da coletânea Clarice na cabeceira – Contos. Saída em frente ao restaurante La Fiorentina, (Av. Atlântica, 458). Participação gratuita.
Crônicas para jovens: um novo olhar sobre a obra de Clarice
16h30: Bate-papo com Pedro Vasquez, organizador da coletânea De escrita e vida, e a jornalista Claudia Nina. Livraria da Travessa – Shopping Leblon (Av. Afrânio de Melo Franco, 290 lj. 205 A).
Conferência com José Miguel Wisnik
18h:Instituto Moreira Salles (R. Marquês de São Vicente, 476 - Gávea).
Ver e ler Clarice: fotografia e literatura
21h: Palestra com Nádia Gotlib e leitura com a atriz Zezé Polessa. Midrash Centro Cultural (R. General Venâncio Flores, 184 - Leblon).
Intervenções poéticas / Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro
Leitura de textos de Clarice Lispector nas estações do Metrô Rio.
Dia 9, às 18h, estação Central do Brasil. Grupo Poesia Simplesmente.
Dia 10, às 16h, estação Siqueira Campos. Com Mônica Montone. Participação especial de Clarice Niskier.
Barca literária / Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro
10h30: Leitura de textos e apresentação das canções favoritas de Clarice Lispector. Com José Mauro Brant. Travessia barca Rio-Paquetá.
Estação Pensamento e Arte / Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro
Ciclo de palestras. Curadoria Suzana Vargas
Dia 12, às 19h: A saudade/nostalgia em Clarice Lispector, com a jornalista Claudia Nina.
Dia 13, às 19h: Conversas de mãe para filho: a infância na contraluz, com a ensaísta Bia Albernaz.
Dia 14, às 19h: O amor em Clarice, com a psicanalista Daisy Justus.
Biblioteca Popular Municipal de Botafogo (R. Farani, 53)
São Paulo
Clarice no abismo
11h: Palestra com José Castello, organizador da coletânea Clarice na cabeceira – Romances.
Livraria Cultura Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073)
Porto Alegre
Os tempos sem tempo de Clarice
11h: Bate-papo com a escritora Cíntia Moscovich e Catia Simon, doutoranda na UFRGS.
Palavraria Livros & Cafés (Rua Vasco da Gama, 165 – Bonfim)
Recife
Ciclo de leituras e debates
9h às 17h: Encontros coordenados pelo psicanalista André Resende.
Livraria Jaqueira (R. Antenor Navarro, 138, Jaqueira)
Belo Horizonte
Clarice jornalista
11h: Palestra com Aparecida Nunes, organizadora de Correio feminino.
Livraria Mineiriana (R. Paraíba, 1419, Savassi )
Curitiba
Ciclo de leituras e debates
10h às 16h30: Encontros coordenados pela escritora e tradutora Claudia Borio.
Livraria da Casa (Rua da Paz, 479, Centro)
PROGRAMAÇÃO INFANTIL
Rio de Janeiro
Contação de história
Como nasceram as estrelas
11h30: Livraria da Travessa – Ipanema (R. Visconde de Pirajá, 572)
16h: Livraria Saraiva – Shopping Rio Sul (Av. Lauro Muller, 116 - Botafogo)
17h: Livraria da Travessa – Shopping Leblon (Av. Afrânio de Melo Franco, 290 lj. 205 A)
A vida íntima de Laura
17h: Instituto Moreira Salles (R. Marquês de São Vicente, 476 - Gávea)
São Paulo
Contação de história
Como nasceram as estrelas
15h: Livraria Cultura - Shopping Villa-Lobos (Av. Nações Unidas, 4777)
16h: Livraria da Vila - Shopping Cidade Jardim (Av. Magalhães de Castro, 12.000 - Butantã)
16h: Livraria da Vila - Moema (Av. Moema, 493)
Recife
Contação de história
Como nasceram as estrelas
16h: Livraria Saraiva – Shopping Recife (R. Padre Carapuceiro, 777 - Boa Viagem)
Belém
Contação de história
Como nasceram as estrelas
17h: Livraria Saraiva – Boulevard Shopping (Av. Visconde de Souza Franco, 776 lj. 233)

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

A Torre do Tempo


Amigos,
Os livros da coleção A Torre do Tempo (Editora Garamond) já estão à disposição para venda on-line! Minha melhor dica para presentes de Natal. :)

http://alexandreraposo.blogspot.com/2011/12/torre-online.html

Resumos:


INCA

Um barco de junco à deriva em alto mar é resgatado pela esquadra de um jovem príncipe inca que retorna de uma heróica expedição às ilhas do Pacífico Sul. A bordo do barco, os marinheiros encontram uma família de náufragos misteriosos que, de acordo com as profecias, são “legítimos filhos do sol, que como tais devem ser reverenciados”.
Assim tem início a saga de Inca, romance que narra a ascensão, esplendor e queda de uma grande civilização, como testemunhado por Lloque Uiracocha, sábio iniciado nos segredos do “fazer germinar a terra”, que dedicou a vida à manutenção da grandiosa utopia totalitária de seus soberanos.
Nascido na Ilha da Páscoa, educado em Cuzco, treinado como inspetor estatal por seus tutores, Lloque percorre todas as regiões do Império em uma vida repleta de aventuras. Aos 77 anos, em plena conquista espanhola, então como conselheiro do líder guerrilheiro Manco Inca, ele finalmente decide registrar as coisas que fez e viu durante a sua juventude, dando ao leitor uma visão panorâmica da turbulenta história dos poderosos incas de Cuzco.

MEMÓRIAS DE UM DIABO DE GARRAFA
Giacomo Lorenzo Bembo um diabo de garrafa de vinte centímetros de comprimento e mais de quatrocentos anos de idade, carece de papas na língua e vícios retóricos. 
Culto, sagaz, debochado, fluente em mais de cento e vinte idiomas, é também um grande contador de histórias. E de História.
Conjurado na madrugada de 31 de outubro de 1526 pelo escultor e ourives renascentista Benvenuto Cellini, Giacomo passou por mãos ilustres e virtuosas e testemunhou momentos chave da História Universal nos últimos cinco séculos.
Ao fim de seus dias, já nos estertores do Segundo Milênio, Giacomo acaba cedendo aos apelos de seu dono atual e decide narrar suas memórias, não sem antes estabelecer uma condição irrevogável: “Se você é louco o bastante para tentar biografar alguém que tem quase meio milênio de vida, só me resta exigir um livro que, superficial que seja, ao menos divirta os leitores.”
A condição foi obedecida à risca. E o resultado é o que vemos ao longo deste texto delicioso, repleto de fina ironia, cuja leitura o poeta Ivan Junqueira comparou “à degustação de um vinho velho, raro e inebriante.”
Saúde!

SÃO TOMÉ NA AMÉRICA

DURANTE UMA VIAGEM A Jerusalém, um jovem comerciante grego conhece os apóstolos de Cristo e com eles participa do misterioso episódio da véspera de Pentecostes, quando o lugar onde estavam foi invadido por “línguas repartidas de fogo” e todos foram tocados pela luz do Espírito Santo “e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.”
Este é o ponto de partida de São Tomé na América, uma comédia-épica que narra a obviamente malfadada, repleta de mal-entendidos, mas nem por isso menos hilária missão de um apóstolo improvisado pelas Américas do primeiro século de nossa era.
Ambientado em um “continente já há muito perdido”, em um tempo em que “os homens ainda eram deuses e havia gigantes sobre a face da terra” o romance dá conta das viagens de Polícrates de Naxos, “que durante catorze anos peregrinou pelo continente americano, pregando a palavra do Senhor para jês, guaranis, tiahuanacos, paracas, mochicas, quichés, pós-olmecas, zapotecas e teotihuacanos”, culminando em uma eletrizante, embora mortal, partida de pocolpoc — espécie de futebol jogado pelos antigos povos da América Central — na cidade de Teotihuacán, onde estarão em jogo não apenas a vida do protagonista como também o florescimento ou o extermínio de uma grande civilização.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Estação Carandiru

Durante 13 anos, Drauzio Varella trabalhou voluntariamente como médico na Casa de Detenção de São Paulo (Carandiru). E assim nasceu Estação Carandiru. O médico relata a vida precária dos detentos e culmina no grande massacre ocorrido por lá, sabe-se Deus o motivo - até hoje.
A estrutura do livro é toda em forma de "casos" contados pelos presos, conversas que teve com eles e impressões médicas e pessoais dessa vida que, para muitas pessoas, fica em outra dimensão.
Um livro forte, sofrido, mas escrito da forma mais leve que o autor encontrou no meio de tanta loucura e miséria. Percebe-se claramente o alto nível de envolvimento que Drauzio viveu com cada um deles. Uma ótima leitura, certamente.

Alguns trechos mais marcantes:

"Já nas primeiras palestras fiquei surpreso com a consideração que os homens demonstravam por mim. Nas perguntas usavam termos e expressões como "sexo anal", "penetração", "prostituição", "homossexuais" ou "mulheres de cadeia" - jamais uma palavra grosseira, palavrão, nem pensar. Certa ocasião, ao interromper um vídeo da Daniela Mercury para colocar o de AIDS, uns três ou quatro do fundo assobiaram por brincadeira, como fazem os alunos de cursinho. Essa pequena manifestação deu o que fazer para o Waldemar Gonçalves convencer o pessoal que ajudava na montagem do equipamento a não esfaquear os assobiadores. Santão, um mulato musculoso cumprindo dezoito anos por assalto a bancos, que ajudava a montar o equipamento de som, era dos mais revoltados:
- Qual é a desses caras, meu, querer zoar o médico que vem conscientizar os manos do perigo dessa praga e dar uma distração para a coletividade? Eles não estão tirando o doutor, estão tirado nós!"

"Tinha caído a noite quando terminei. O Juliano desceu comigo até o térreo e chamou o funcionário para destrancar a gaiola. O carcereiro veio com um molho de chaves:
- Até essa hora, doutor! Nem sabia que o senhor ainda estava lá em cima. E você, Juliano, já era. Pode subir que eu vou te trancar.
Juliano deu um sorriso estranho e subiu de volta. Saí do pavilhão, cruzei a Divinéia e bati no portão que leva à portaria. Através da janelinha, o porteiro da noite me mediu de alto a baixo.
- Quem é você?
- Sou médico, estava atendendo no Quatro.
Encarou-me outra vez, demoradamente, depois abaixou o olhar na direção da minha calça:
- É o seguinte: vou falar com o plantão, e se ninguém te conhecer, você fica.
- Sou médico, pode perguntar para o funcionário que me abriu a gaiola do Quatro.
- Não é você que vai me dizer para quem devo perguntar. Espera aí.
Desconfiado, olhou fixo os meus olhos e saiu sem pressa na direção da Ratoeira.
Apesar de saber que tudo acabaria esclarecido, o fato de estar do lado de dentro e experimentar a rudeza do contato com aquele que tinha a posse da chave provocou-me certo desconforto, talvez semelhante ao expresso pelo sorriso do Juliano quando ele subiu para ser trancado no xadrez."

"Devagar, aprendi que a cadeia infantiliza o homem e que tratar de presos requer sabedoria pediátrica. Muitas vezes é suficiente deixá-los se queixar ou simplesmente concordar com a intensidade do sofrimento que referem sentir, para aliviá-los. O ar de revolta que muitos traziam para a consulta desaparecia depois que lhes palpava o corpo e auscultava pulmões e coração. No final, não era raro encontrar ternura no olhar deles. A paciência de escutar e o contato do exame físico desarmavam o ladrão."


Coleção: COMPANHIA DE BOLSO
Autor: VARELLA, DRAUZIO
Editora: COMPANHIA DE BOLSO
Assunto: CIÊNCIAS SOCIAIS - SOCIOLOGIA
ISBN: 9788535906400
Preço: 24,00

terça-feira, 25 de outubro de 2011

O dono da Lua está chegando

O dono da Lua está chegando e para nos dar o primeiro gostinho, Ronize Aline, autora, fala um pouquinho sobre ele neste vídeo. O livro será lançado pela editora Escrita Fina.

A literatura infantil é o início de tudo. É onde somos fisgados pelo mágico mundo das palavras, onde somos donos absolutos da nossa imaginação. Por isso minha admiração e reverência a todos os autores que se aventuram nesta tão preciosa jornada.



segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Comer, rezar, amar


Três etapas de um longo e tortuoso processo de autoconhecimento. A escritora Elizabeth Gilbert conta neste livro como vivenciou o plano do que achava ser a essência do ser humano: prazer, religião e amor.

Apesar de o tema central ser a depressão e a luta da autora para sair dela, a leitura é bem leve. Aos 34 anos, depois de um divórcio de puro litígio e um amor fracassado, ela planeja uma longa viagem de um ano pela Itália, Índia e Indonésia, preparando-se para passar quatro meses em cada país.

Na Itália entrega-se aos prazeres gastronômicos, faz amigos e vive livremente. Após quatro meses e com dez quilos a mais, parte para uma cidade no interior da Índia e se interna no ashram (eremitério hindu) de sua Guru espiritual, para viver intensamente a prática da meditação e o encontro com Deus. Por fim, parte para a Indonésia, Bali, para encontrar um xamã (sacerdote ou sacerdotisa do xamanismo que entra em transe durante rituais xamânicos, manifestando poderes sobrenaturais e invocando espíritos da natureza, chamando-os a si e incorporando-os em si) que havia conhecido há quatro anos, em sua primeira viagem a Bali. É lá que ela encontra o amor leve e tranquilo que tanto desejou.

Alguns trechos:
“Um conselho: tente não desmoronar o tempo todo ou então isso se torna um hábito.”

“Estou sozinha, inteiramente sozinha, completamente sozinha.
Ao absorver essa realidade, largo minha bolsa, caio de joelhos e encosto a testa no chão. Ali, ofereço ao universo uma fervorosa oração de agradecimento.
Primeiro, em inglês.
Em seguida, em italiano.
E então – só para ter certeza – em sânscrito.”
"As pessoas acham que alma gêmea é o encaixe perfeito, mas a verdadeira alma gêmea é um espelho, a pessoa que mostra tudo que está prendendo você, a pessoa que chama atenção para você mesmo para que você possa mudar sua vida. Uma verdadeira alma gêmea é provavelmente a pessoa mais importante que você vai conhecer, porque elas derrubam suas paredes e te acordam com um tapa. Mas viver com uma alma gêmea para sempre? Não. Dói demais. As almas gêmeas só entram na sua vida para revelar a você uma outra camada de você mesmo, e depois vão embora".
“...passar um tempo sem falar, é uma tentativa de se desvencilhar do poder das palavras, de parar de nos asfixiar com as palavras, de nos libertar de nossos mantras sufocantes.”
“Imagine que o universo é uma imensa máquina giratória. Você quer ficar perto do centro da máquina – bem no eixo da roda-, e não nas extremidades, onde os giros são mais violentos, onde você pode se assustar e enlouquecer. O eixo da calma fica no seu coração. É aí que Deus reside dentro de você. Então, pare de procurar respostas no mundo. Simplesmente retorne sempre ao centro, e sempre vai encontrar a paz.”
Autor: GILBERT, ELIZABETH
Tradutor: ABREU, FERNANDA
Editora: OBJETIVA
Assunto: BIOGRAFIAS/AUTOBIOGRAFIAS/DIÁRIOS/MEMÓRIAS/CARTAS
ISBN: 9788573028928
Preço: 44,90

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Dark life - Vida abissal

Ty é um rapaz nascido nas profundezas do oceano. As águas cobriram boa parte da Terra e os seres humanos foram obrigados a colonizar o fundo do mar.
Gemma é uma mocinha órfã que parte oceano adentro em busca do irmão desaparecido.
Ela e Ty entram em uma aventura misteriosa. Durante sua busca, eles correm diversos tipos de perigo, desde encontros com os seres marítimos mais sinistros até a fuga de uma quadrilha de bandidos que comete vários crimes e continua impune.
As famílias vivem nas colônias marítimas em fazendas, produzindo seu próprio sustento e com espírito de comunidade colaborativa. Mas a tal quadrilha, que saqueia lugares com uma espécie de submarino chamado Espectro, está causando transtorno e destruição por onde passa.
Ty guarda um segredo sobre si que está quase vindo "por água abaixo" quando ele e Gemma descobrem a vida real dos bandidos. Isso pode mudar a vida de todas as pessoas que vivem no fundo do mar.
É um livro cheio de aventuras para crianças e adolescentes e ao mesmo tempo um chamado à razão para todos: e se um dia a Terra não resistir a tanta violência contra a natureza que o ser humano precise buscar modos alternativos de vida?
De leitura fácil e prazerosa, o livro também tem marcas de romance e descoberta do primeiro amor, misturadas com sentimentos de amizade nas horas adversas. Uma boa dica para as crianças.
Autor: FALLS, KAT
ISBN: 9788562018077
Preço: 39,00

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Uma dobra no tempo


A postagem mais feliz dos últimos tempos...

Quarta capa:
A vida da geniosa Meg e de Charles Wallace, seu superinteligente irmão de cinco anos, nunca mais foi a mesma desde o desaparecimento do pai, um cientista que estivera trabalhando em um sigiloso projeto para o governo.
Porém, o surgimento das misteriosas senhoras Queé, Quem e Qual traz a esperança de encontrar o pai desaparecido. É hora de partir em uma perigosa e surpreendente aventura por várias dimensões, habitadas por algumas criaturas amigáveis, mas também por seres maléficos, capazes de manipular sociedades inteiras.
Com reviravoltas do início ao fim, esta ficção científica recheada de fantasia vai ficar na memória para sempre.

Orelhas:
Pense em um fantástico universo paralelo, onde magia e ficção científica se misturam de forma tão radical que é impossível descobrir onde uma começa e a outra termina. Imagine-se navegando entre mundos incríveis, interagindo com seres improváveis e sinistros, encarando seus maiores medos e defeitos e revelando suas melhores virtudes, mesmo quando tudo parece se voltar contra você...
Os protagonistas desta história, Charles Wallace Murry, um garotinho superdotado, sua geniosa irmã, Meg, e Calvin, um novo e audacioso amigo, estão prontos para enfrentar esse desafio. Curiosos e sonhadores, eles quase sempre são incompreendidos pelos adultos e pelo mundo que os cerca, mas ninguém poderia dizer que tem medo de enfrentar o desconhecido.
Guiados por três gentis senhoras que escondem um segredo terrível, eles atravessam o tesserato, uma dobra no tempo, e mergulham seus átomos ionizados numa temerária missão de resgate. O sr. Murry, um famoso cientista, se perdeu num vórtice temporal e foi preso por uma poderosíssima entidade nada bacana, que fará o impossível para prender também as crianças – por toda a eternidade!

Com muita sensibilidade e maestria, Madeleine L’Engle criou uma saga multidimensional, que ultrapassa todas as barreiras da realidade, em uma aventura épica e mitológica.

---------------

Autor: Madeleine L’Engle
ISBN: 9788579800757
Editora:Rocco
Preço: 29,30



O apanhador no campo de centeio


O livro foi o primeiro do gênero adolescente, feito para eles. Foi o primeiro a narrar, na primeira pessoa, as angústias e dúvidas que nos atingem nessa fase. Foi o pioneiro desbravador da alma que adolesce.

Holden Caulfield é um rapaz de 16 anos muito atormentado, que volta à casa dos pais num fim de semana para dar a terrível notícia de que havia tomado bomba em quase todas as matérias. É uma leitura introspectiva, já que fala a maior parte do tempo sobre os pensamentos do menino. Ele não sabe o que quer fazer da vida, a não ser viajar para longe de casa e descobrir o que é viver de fato. O que o prende é sua irmã caçula, uma doce menina apaixonada pelo irmão. Toda a sua falsa insensibilidade vai por água abaixo quando está perto da irmãzinha.

Este livro ganhou projeção mundial por causa de uma triste notícia: Mark Chapman, assassino de John Lennon, foi encontrado logo após a morte do artista o lendo. Isso fez com que algumas correntes alegassem ser o livro um gatilho mental para futuros assassinos.

Bem, certamente isso tornou seu autor um dos mais famosos do mundo, mas quem leu o livro viu apenas uma história adolescente. Da maneira como ele foi lido no planeta, já teríamos implodido, provavelmente.
Autor: SALINGER, J. D. 
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - ROMANCES
ISBN: 9788587575012
Preço: 59,90

A hospedeira

O planeta Terra foi dominado por extraterrestres e esses ETs são estranhamente denominados “almas”. As almas não sobrevivem sem um hospedeiro - os humanos -, no caso do nosso planeta. Eles invadem corpos humanos, tomam suas mentes e corpos. O objetivo? Civilizar a humanidade. As almas são criaturas essencialmente mansas, sábias e superiormente inteligentes e consideram humanos seres violentos e atrasados na evolução universal.

Alguém reparou algo estranho neste primeiro parágrafo? ETs são almas. Humanos só têm corpos e cérebros.
Então tá. Uma alma chamada Peregrina apossa-se do corpo de Melanie Stryder, mas o cérebro da moça se recusa a sumir. Elas travam uma espécie de relação espírito-esquizofrênico-obsessor. Peregrina tenta a todo custo abduzir Melanie, mas a hospedeira parece ser extremamente resistente. Suas lembranças, o enorme amor de Melanie por seu irmão caçula e seu companheiro Jared invadem a alma Peregrina (ou a alma da Peregrina?) e ela é impelida por esse amor. Peregrina se torna perigosamente humana e as duas partem na maior aventura de suas vidas. Com a Terra tomada por ETs-almas, duas identidades em um corpo saem à procura dos dois rapazes, correndo o risco da exposição dos Buscadores (almas designadas a encontrar humanos e fazer a inserção da alma).

Elas se tornam amigas e cúmplices, mesmo que divididas em suas dores de serem duas em uma. É uma leitura juvenil leve, romance, aventura, amores e fraternidade. Mas.....

Continuo intrigada a respeito da intenção da autora ao chamar ET de alma e compor o ser humano apenas de corpo e cérebro. Alguma ideia? J

Autor: MEYER, STEPHENIE
Tradutor: AGUIAR, RENATO
Editora: INTRINSECA
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - FICÇÃO CIENTÍFICA
ISBN: 9788598078595
Editora: 14,90

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Água para elefantes

O que era para ser um romance leve, bem água-com-açúcar, transformou-se em uma história triste. Jacob Jancowski é um senhor de mais de 90 anos que é esquecido pelos filhos que teve com seu grande amor. Vive em uma clínica de repouso sem amor nem carinho dos filhos. O livro é narrado em forma de lembranças de sua vida difícil. Era um universitário às vésperas de se tornar veterinário quando uma tragédia mata seus pais. Ele fica sem família, sem casa, nada. Se aventura em um trem em movimento e começa a trabalhar para um circo como tratador de animais. Lá, conhece seu grande amor, Marlena, casada com um dos gerentes do circo, homem abominável, cruel.

Rosie, elefanta adquirida pela falência de um antigo circo, é a maior atração dos espetáculos que realizam de cidade em cidade. É absurdamente maltratada por August, marido de Marlena. Acredito que a história se perdeu no meio do caminho. O livro foi adaptado para o cinema, não o vi, não sei se a adaptação trouxe mais romantismo à obra, mas passamos o tempo inteiro de leitura com pena desse senhor tão maltratado pela vida. Ao fim, casa-se com sua amada, vivem felizes com seus filhos até que uma doença a leva. A partir daí, Jacob é jogado pelos filhos em um asilo sem a menor compaixão.


Tradutor: BARRETO, ANNA OLGA DE BARROS
Autor: GRUEN, SARA
Editora: ARQUEIRO
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - ROMANCES
ISBN: 9788599296158
Preço: 24,90

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Ensaio sobre a cegueira

Lembro-me perfeitamente do dia. Queria um livro forte, que me arrebatasse. Uma amiga indicou-me Saramago (minha amada Bernarda Maia). Passei da primeira à última página absolutamente sem ar. Um dos livros mais fascinantes da minha vida.


Na contracapa, a melhor explicação da metáfora: 'O Ensaio sobre a cegueira' é a fantasia de um autor que nos faz lembrar 'a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam'. 


É a genialidade desta metáfora que faz o livro ser o que é. Como ser o único ser humano lúcido, quando toda a humanidade está cega?
A estrutura da escrita de Saramago ajuda no comprometimento da respiração. Ele escreve como precisamos ouvir. É como alguém contando uma história em seus ouvidos.
O fato de nenhum personagem possuir nome próprio é outra prova de mestria. A mulher do médico é nossa heroína, a única a ter visão da degradação humana. A treva branca que atinge toda a humanidade leva o mundo ao caos, ao fundo do poço, à aterradora realidade de até aonde pode chegar alguém. 
Indicação das melhores, Ensaio sobre a cegueira tem o poder de nos dar um pouco de visão do mundo e agradecer diariamente se tivermos em nossa vida uma "mulher do médico".


Editora: COMPANHIA DAS LETRAS 
Autor: SARAMAGO, JOSE
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - ROMANCES
ISBN: 9788571644953
Preço: 46,50

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Livia Garcia Roza - dona da palavra


"A palavra não esgota a significação; há sempre o silêncio, que contém a verdade."

"O acontecimento nos espera - sempre."

"Compreender é encontrar um lugar diante da palavra."

"Ouvir é fisiológico. Escutar implica em entender."

Obrigada por existir, Livia!

O tigre branco


O livro de estreia do jornalista Aravind Adiga veio com bastante propriedade. Escrito em forma de cartas para o primeiro ministro da China narradas por um motorista particular indiano, a história conta uma Índia diferente da qual estamos habituados a ler. 

Balram Halwai ouve pela rádio que o primeiro ministro fará uma visita em breve ao seu país, então resolve contar a história da sua vida em cartas. Segundo ele, é uma história sobre empreendedorismo, e o político precisa conhecer seu lado obscuro. Segundo Balram, a Índia se divide em duas: a Luz e a Escuridão. Nesta, de onde ele vem, é o lado mais miserável do país, onde o pobre nasce, cresce e morre pobre.

Por isso Balram considera sua própria trajetória um caso de sucesso. Nascido em aldeia da Escuridão, seu pai não lhe deu nome por não achar necessário. Chamavam-no Munna (menino) e somente na escola seu professor achou por bem batizá-lo. Ele sai de sua aldeia miserável e torna-se motorista particular de uma família rica. Aí começam seus primeiros passos empreendedores rumo ao empresariado.

Escrito de forma inteligente, com humor sarcástico e muito deboche, nos envolvemos com este personagem / anti-herói do início ao fim.

Editora: NOVA FRONTEIRA
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - ROMANCES
ISBN: 9788520920855
Preço: 39,90

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Ramsés

Cinco livros fantásticos contam a vida do faraó Ramsés, que reinou por mais de 60 anos. O autor, Christian Jacq, retrata a vida do Egito nesse período. Christian é egiptólogo e por isso relata com tanta propriedade a longa trajetória de Ramsés no poder e nos faz embarcar nessa viagem pelo Egito Antigo.

Romance histórico altamente enriquecedor. Para quem gosta de História Antiga, é uma verdadeira aula de Egito. Cultura, riqueza, amor, mulheres, inveja, corrupção, filhos, poder. A seguir, sinopse de cada volume.

Ao recriar a grandiosidade e o mistério dos tempos antigos, Christian Jacq retrata o magnífico faraó Ramsés, cujo reinado se encontra talhado em esculturas colossais. Pertencente à XIX dinastia do Egito Antigo, Ramsés soube cultivar a sabedoria, a justiça, a beleza e a prosperidade. Abençoada por Sethi e amado pelo povo, ele reinou por mais de 60 anos às margens do Nilo, a terra do misticismo e do encantamento. Neste primeiro volume da série - O Filho da Luz -, Ramsés é um jovem adolescente que anseia secretamente substituir o pai no trono do Egito.
Ícone do Egito Antigo que reinou durante 67 anos, e cujos feitos estão talhados em esculturas nos templos egípcios, Ramsés é coroado faraó com apenas 23 anos de idade. Ele dispõe de condições favoráveis para reinar com prosperidade, justiça e sabedoria, mas seu invejoso irmão Chenar e outros inimigos ocultos estimulam intrigas, armadilhas e complôs para tomar-lhe o trono. O amor de Nefertari, a esposa real, e de sua mãe Touya, serão de grande ajuda para que Ramsés construa um templo e vença os adversários.

Neste terceiro volume da série, Ramsés terá que vencer dois inimigos - o exército hilita e o efeito da magia que está tirando a vida da esposa real. Em desespero, Ramsés apelará aos céus. Mas seu pai celeste responderá a seu apelo?

Apesar do violento choque da batalha de Kadesh, Ramsés não conseguiu fazer vergar o temível poderio hitita; em vez de continuar a luta, teve a ideia, como última estratégia, de enveredar pela via das negociações. Mas na vida de Ramsés, para além da guerra há também o amor que dedica à grande esposa real. Numa homenagem apaixonada, o Faraó decide oferecer a Néferatari o mais fabuloso dos presentes - em Abu Simbel, serão edificados dois templos, símbolos do seu amor eterno. Neste livro, Ramsés terá que enfrentar duas ameaças perigosas - Moisés retornará ao Egito para exigir de Ramsés autorização para o êxodo hebreu, e Ofir atingirá com sua magia maléfica o primogênito de Ramsés.

Neste volume, Ramsés terá que ceder aos caprichos do povo hilita para honrar seu tratado de paz. Ameaçado por inimigos ocultos, em seus derradeiros anos de reinado, Ramsés não conseguirá sair vitorioso na batalha contra o seu maior adversário - o tempo, que lhe roubou irremediavelmente o amor de sua vida e seus amigos de sempre.












EDITORA: BERTRAND BRASIL

terça-feira, 5 de julho de 2011

Um grito de amor do centro do mundo

Uma japonesa história de amor.

Extremamente triste, fala de um amor adolescente marcado pela morte. Li na orelha que o livro já vendeu milhares de exemplares no mundo inteiro, mas chegou há pouco no Brasil, bem como seu autor.
Sakutarô e Aki são amigos de infância e se apaixonam quando entram na adolescência, mas uma grave doença acaba com a vida dela.
Aki é uma bela moça, popular e inteligente, e isso atrai inveja de todos os rapazes em Sakutarô, mas passa despercebido pelo rapaz.
Ele precisa aprender a viver a perda e a dor desde muito cedo, enfrentando a vida corajosamente, mesmo depois de tudo ter deixado de fazer sentido.
O livro é narrado por ele, Sakutarô, e por isso sentimos a intensidade de seus mais profundos sentimentos.
A cronologia do livro é alternada entre suas lembranças e o agora. Passeamos pela beleza do primeiro amor, do primeiro beijo e pela sensação avassaladora de impotência diante da morte.
O autor consegue transitar em tão triste história com a leveza que só os jovens conseguem ter quando estão apaixonados.


Autor: KATAYAMA, KYOICHI
Tradutor: HASHIMOTO, LICA
Editora: ALFAGUARA BRASIL
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA
ISBN: 9788579620423
Preço: 28,90