quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Água para elefantes

O que era para ser um romance leve, bem água-com-açúcar, transformou-se em uma história triste. Jacob Jancowski é um senhor de mais de 90 anos que é esquecido pelos filhos que teve com seu grande amor. Vive em uma clínica de repouso sem amor nem carinho dos filhos. O livro é narrado em forma de lembranças de sua vida difícil. Era um universitário às vésperas de se tornar veterinário quando uma tragédia mata seus pais. Ele fica sem família, sem casa, nada. Se aventura em um trem em movimento e começa a trabalhar para um circo como tratador de animais. Lá, conhece seu grande amor, Marlena, casada com um dos gerentes do circo, homem abominável, cruel.

Rosie, elefanta adquirida pela falência de um antigo circo, é a maior atração dos espetáculos que realizam de cidade em cidade. É absurdamente maltratada por August, marido de Marlena. Acredito que a história se perdeu no meio do caminho. O livro foi adaptado para o cinema, não o vi, não sei se a adaptação trouxe mais romantismo à obra, mas passamos o tempo inteiro de leitura com pena desse senhor tão maltratado pela vida. Ao fim, casa-se com sua amada, vivem felizes com seus filhos até que uma doença a leva. A partir daí, Jacob é jogado pelos filhos em um asilo sem a menor compaixão.


Tradutor: BARRETO, ANNA OLGA DE BARROS
Autor: GRUEN, SARA
Editora: ARQUEIRO
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - ROMANCES
ISBN: 9788599296158
Preço: 24,90
Postar um comentário