domingo, 19 de maio de 2013

Sobre a beleza

Howard Belsey e Monty Kipps são professores de uma universidade de Wellington, pequena (e universitária) cidade e, por causa de ideologias contrárias - Howard, um liberal confesso se digladia em debates intelectuais com o conservador Monty - transformam suas famílias em rivais, até que a vida e seus estranhos caminhos os separem (ou não).

Howard é casado com Kiki, enfermeira afro-americana, e tem três filhos (Jerome, Zora e Levi) com ela. Cada um absorve da maneira que pode os conflitos que atravessam suas vidas. Jerome, o primogênito, se muda temporariamente para a Inglaterra após um furacão aparecer de surpresa em sua casa: o romance de seu pai com outra professora, também casada. Howard e Kiki tentam superar a crise que se instalou e seguir em frente.

Mas a vida tem dessas coisas... Jerome se apaixona pela filha de Monty, Kiki se envolve em uma amizade controversa com a conservadora sra. Kipps e Zora se vê em um conflito interno ao se perceber admiradora intelectual da ex-amante do pai, sua professora de literatura.

Um romance cheio de meandros e conflitos íntimos. A autora inglesa Zadie Smith reúne parte das mazelas e grandezas humanas em um canto do nosso mundo. Ela solidifica a realidade humana e, especialmente, familiar, de maneira crua e sem desvios.

"Howard supunha que sua presença era constrangedora para o filho. A vergonha parecia ser a herança masculina na linhagem dos Belsey. Como Howard achava a presença de seu pai excruciante quando tinha a mesma idade! Desejava alguém que não fosse um açougueiro, alguém que usasse o cérebro no trabalho em vez de facas e balanças - alguém mais parecido com o homem que Howard era hoje. Mas você muda e os filhos também mudam. Será que Levi preferiria um açougueiro?"


Autor: SMITH, ZADIE
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - ROMANCES

Postar um comentário