sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Só por hoje

Como sobreviver ao 'só por hoje'? A eterna luta contra uma doença incurável começa por aí. Como absolutamente todas as coisas na vida, só sabe e entende quem vivencia.

O livro conta a história de Tony, ex-editor de renome, que vê sua vida se desmantelar por causa da cocaína. Amores, amigos de infância, carreira bem-sucedida.

15 anos 'limpo' e Tony se vê envolvido com uma garota de programa viciadíssima e, por acreditar ter reencontrado o amor, procura seguir um dos passos do Narcóticos Anônimos e resolve estender a mão num lance perigoso, que pode o fazer ser arrastado de volta às drogas.

Romance de ritmo envolvente, cadenciado na medida. Julio Ludemir explora o universo das drogas e seu entorno, mostra o funcionamento, para o bem e para o mal, das salas do NA, clínicas de recuperação, sexo.

Com o texto narrado em primeira pessoa, seguimos esse caminho com Tony, sentindo suas angústias, desejos e frustrações, medos e esperanças.

Este é o primeiro livro adquirido na Flip, após assistir a uma palestra de Julio, em que ele conta um pouco de sua vida e de como viveu e pesquisou para dar vida a todos os personagens.

Um parágrafo:

"Marcamos encontro para o final da tarde do dia seguinte, o que, em sua opinião, seria o bastante para que fizesse uma avaliação do quadro de Laís. Se quisesse colaborar, o tratamento com certeza seria eficiente, pois uma das vantagens da dependência química como doença é que a próxima dose é uma decisão pessoal. Podemos dispor dos piores médicos do mundo e, no entanto, nos manter abstêmios. Por outro lado, nem mesmo o Prêmio Nobel de Medicina pode nos salvar quando não estamos dispostos a largar o canudo."


Autor: JULIO LUDEMIR
Editora: ROCCO
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA
Postar um comentário