quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Três novelas femininas

Um livro com três histórias contadas a partir da perspectiva de três mulheres absolutamente diferentes, mas com a essência de sua época se manifestando de forma bem marcada.

Medo, Carta de uma desconhecida e 24 horas na vida de uma mulher são contos marcados de dor, angústias, fortaleza feminina e aquela sensibilidade maravilhosa das mulheres.

No primeiro conto, a personagem-narradora é uma mulher casada e rica que, se envolvendo em uma relação fora de seu casamento vive as angústias que a faz entrar em colapso, por medo de perder a vida tranquila que levava em seu tranquilo casamento.

O segundo, um lindo conto em forma de carta, escrito por uma mulher à beira da morte para o grande amor da sua vida. À medida que a história vai se descortinando para seu destinatário, mais surpresas vão aparecendo. Um belíssimo suspense.

E por último, 24 horas na vida de uma mulher, uma senhora já no final da vida elege um amigo para confessar todas as suas agruras, retirando assim um peso enorme de sua existência.

Maravilhoso livro. Após cada conto, Alberto Dines, jornalista e biógrafo de Zweig, nos brinda com comentários em textos adicionais,

Trecho da orelha, um resumo da vida do autor:

"Stefan Zweig (1881-1942), nasceu em uma rica família judia, viveu a efervescência cultural de Viena no começo do século XX. Amigo de grandes intelectuais e artistas, desde a Primeira Guerra Mundial tornou-se pacifista. Com a ascensão do nazismo, distanciou-se de seu país natal cada vez mais. Após o início da Segunda Guerra Mundial, refugiou-se no Brasil, mais especificamente em Petrópolis (RJ), onde suicidou-se com a mulher em 1942.

Autor: ZWEIG, STEFAN
Tradutor: LISBOA, ADRIANA
Tradutor: ABI-SAMARA, RAQUEL
Editora: ZAHAR
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - CONTOS E CRÔNICAS
Postar um comentário